[red carpet] Golden Globes

Está aberta a temporada de red carpets. Começou ontem, com o Globo de Ouro, segue com o Grammy, o People´s Choice e culmina com o mais esperado: o Oscar.

Na festa de ontem, como sempre, muitos acertos e muitos deslizes. Começo com minhas prferidas:

Sandra Bullock, de Bottega Veneta. Achei linda a cor, o tecido, a transparência sutil… E a produção de Bullock também foi acertadíssima. O cabelo tipo diva de Hollywood anos 40 e a maquiagem bem suave compuseram perfeitamente o look.
 
 
Três exemplos de simplicidade que funciona: Carey Mulligan, de Nina Ricci; January Jones, de Lanvin; e Julia Roberts, de vintage Yves Saint Laurent. Pretinhos básicos.
Outro dia li um artigo que se chamava “As gordinhas só podem ser bonitas quando posam de mulher fatal?” ou algo parecido. Nele, a autora reclamava que, apesar de positiva a tendência de valorizar as gordinhas em editoriais, criou-se um padrão de que, para isso, elas têm que posar de sexy (na maioria das vezes, quase sem roupa). Me fez pensar. Fiz uma pesquisa e constatei que realmente é assim. Pois aqui vai uma bela resposta aos editores de moda: Mo´nique, em seu Reem Acra dourado. Linda, elegante e nada vulgar!
Jennifer Aniston, de Valentino, mostrando suas formas perfeitas. E Calista Flockhart, de Alberta Ferretti (e o nude continua…).
Heidi Klum, de Roberto Cavalli; Penélope Cruz, que acionou sua interminável e maravilhosa coleção de vintages (este é Armani); Maggie Gyllenhaal, sempre linda, de RM by Roland Mouret; e Vera Farmiga, de Dolce & Gabbana. Aqui cabe bem aquela categoria “who fits better”. O vestido sereia está longe de ser meu modelo preferido, mas, olhando as 3 primeiras, a gente vê que, bem usado, ele pode ser uma peça muito glamourosa. No caso da Vera Farmiga, é um exemplo de que excesso de volumes e bordados + quadril largo podem afundar a produção.
Ainda no “who fits better”. Anotem a dica: decote vertiginoso no busto é para quem tem seio pequeno, senão fica vulgar. É só olhar as 3 acima para entender o que eu quero dizer. Mariah Carey, de Hervé Léger by Max Azria; Anna Paquin, de Alexander McQueen; e Olivia Wilde, de Gucci.
Ainda não me decidi sobre o vestido Zac Posen da Tina Fey.
E o troféu deslize vai para… Chloë Sevigny, de Valentino; Christina Hendricks, de Christian Siriano; e Christina Aguilera, de Versace (alguma vez na vida essa moça já acertou na produção? Ela só confirma que minha implicância com Versace é mais que justificada).
E, finalmente, Julianna Margulies, com um Narciso Rodriguez que bem poderia ter sido comprado na Zé Paulino. Sou só eu ou vocês também têm a impressão de que ela está vestida em viscolycra com lamê? Gente, carinha de vagaba esse vestido…
Anúncios

3 respostas em “[red carpet] Golden Globes

  1. Sim sim, concordo plenamente com todos os sus comentários. Vc não se decidiu sobre o Zac Posen da Tina Fay eu achei ele um abajour! hehehe, apesar de que a estampa de "tv fora do ar"poderia ficar interessante em outro modelito, o que vc acha?

  2. Ehehe!! Mas foi bem isso que aconteceu comigo em relação à Tina Fey. No primeiro segundo, eu odiei, daí continuei vendo a imagem dela e achando cada vez mais curioso: a estampa, o corte do busto… Enfim, é um esquisito-interessante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s