[artigo] Onde foi parar a moda?

Li em algum blog – agora não lembro qual – uma historinha mais ou menos assim:

“Estava sentado em um café em Bueno Aires e vi três mulheres muito elegantes. Uma usava turbante, outra usava óculos retrô e chapéu e a última um lindo vestido longo. Minutos depois, chegaram as filhas. Todas de jeans e camiseta. E pensei comigo: o que essa geração fez com a moda?”

É verdade, né? Vejo meu próprio exemplo. Minha mãe teve loja por muito tempo e se vestia sempre muito bonita, antenada. Jeans não era peça obrigatória (conseqüentemente, eu e minha irmãs também éramos umas crianças muito bem vestidas). Anos se passaram, minha mãe já não tem loja há séculos e agora sou eu quem trabalha com moda. Mas, em algum momento perdido dessa história eu e o resto do mundo descobrimos o jeans como “uniforme”, minha mãe inclusive.

Nada contra, meninas, quem me conhece sabe que eu sou totalmente pró-conforto. Mas o que quero dizer é: precisa ser todo dia? Não dá para a gente tentar caprichar no visual com mais freqüência? Lembro bem quando começou este meu “comodismo” com o guarda-roupa. Foi logo que cheguei à Europa, no início da década passada. Passei umas perrengues horríveis com o euro a quase 4×1 e minha condição de estudiante extranjera que – como vocês podem imaginar – não era das mais abastadas.

Acho que usei isso como desculpa. Ou era necessidade mesmo, não sei… Mas sei que toda vez que ia às compras, escolhia sempre os modelos basiquetes, daqueles que você pode usar umas 3 vezes na semana e ninguém vai reparar que você está com a mesma roupa. E assim ficou, até hoje. Conto nos dedos as últimas vezes que saí e comprei aquela peça ma-ra-vi-lho-sa porém quase inútil, já que você só vai conseguir usá-la umas 3 vezes na vida (seja porque é um salto altíssimo ou um vestido com uma estampa mega marcante).

Enfim, não estou pregando aqui o consumo indiscrimidado, o gasto desnecessário. Só estou dizendo que esses gastos, de vez em quando, são, sim, importantes. Nada melhor do que a gente sair de casa se achando linda, não? E é difícil se achar linda com jeans e camiseta… Então, resolução de ano-novo: vou controlar mais o uso dos basiquetes. Vou tentar, progressivamente, redescobrir a moda no meu dia-a-dia. Não quero fazer parte da geração que matou o estilo!

Anúncios

Uma resposta em “[artigo] Onde foi parar a moda?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s